sábado, 27 de agosto de 2016

NÃO PERDER AS ESPERANÇAS SOBRE O AMANHÃ.



                  É bem verdade que sempre estamos na "expectativa" por algo que está por vir, por propósitos que nos esforçarmos para conquistar, por sementes que plantamos e estamos esperando ver brotar, por respostas para nos trazer as resoluções de nossas preocupações, e por alívio diante de nossos sofrimentos. "Aguardar, expectar, e acreditar", essas são algumas místicas da vida, "crer em algo que está no futuro", todavia, esse tempo que "ansiamos" por coisas boas, por situações favoráveis e por nossas realizações, muitas vezes nos deixa exaustos, entristecidos, desanimados e desapontados diante das "demoras", perante os obstáculos de nossos caminhos, e mediante as tantas limitações e impossibilidades que interferem negativamente em nossas ações. Mas, independente dessas barreiras que nos deparamos frequentemente, é muito importante não nos deixarmos abater profundamente, ao ponto de "perdermos a fé" e nem desacreditarmos de  "dias melhores". "Confiar" na providência divina é submeter-se ao tempo do Pai Celestial, pois foi Ele que nos disse "Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês, diz o Senhor, planos de fazê-los prosperar e não de causar dano, planos de dar a vocês esperança e um futuro" (Jeremias 29:11). Portanto, creiamos no amanhã, e aguardemos o relógio do nosso Pai.


A palavra para hoje é ESPERAR.


(Mariana Helena de Jesus)

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

ALEGRAR-SE PELAS POSSIBILIDADES DO QUE ESTÁ POR VIR.


              Apesar dos dias acinzentados, dos dias de tempestades, das infindáveis esperas, das noites de insônia pelas preocupações, das manhãs sem perspectivas de novidades, dos inúmeros obstáculos no caminho, dos passos cansados, e da desmotivação diante de tantos dias e perante os resultados insatisfatórios de nossas tentativas, ainda assim, baixar a cabeça, largar as esperanças, desacreditar do futuro, abandonar a trilha, e desistir do que já foi iniciado, é a "pior" escolha a se fazer, a postura mais "errada" a se tomar. Mediante nossos trajetos e projetos sempre vamos encontrar desafios, obviamente que também vamos desfrutar de "vitórias e realizações", mas muitas vezes, antes mesmo delas se constatarem vamos enfrentar testes de todas as complexidades, vamos passar por fases desfavoráveis, e por longos períodos de provações, porém uma coisa é fato, nenhum desses contextos problemáticos durarão para sempre, porque já sabemos que a vida é composta de ciclos. Por isso, é "desperdício" de tempo nos mantermos pessimistas, tristes, pesarosos, angustiados, desmotivados ou desesperançosos, pois nosso estado emocional atrai ou repele coisas boas, pessoas interessantes e oportunidades proveitosas, e acima de tudo, estarmos "motivados e contentes" nos mantém harmoniosamente conectados com Deus. Então, independente dos últimos dias, ou do dia de hoje, que possamos nos alegrarmos por tudo que já temos, e pelas possibilidades de tudo que ainda poderemos ter.

A palavra para hoje é ENTUSIASMO.


quinta-feira, 25 de agosto de 2016

AS FINALIZAÇÕES ANTES DE NOVOS CICLOS.




                       Muitas vezes nos debatemos com nós mesmos, tentando ultrapassar os limites que nos impedem de avançar diante de nossos propósitos. Algumas vezes questionamos Deus pelas impossibilidades que impedem nossos passos por caminhos mais prósperos, ou até mesmo, tentamos nos confrontar com nossa própria vida, indignados ou insatisfeitos com a situação na qual nos encontramos. Nos sentimos incompreendidos, ignorados, e rejeitados pela vida, pelo destino, perante alguns contextos que vivenciamos, onde nada do que fazemos muda as circunstâncias desfavoráveis que nos consume com sofrimentos, decepções, obstáculos e desmotivação. Tantas vezes o que a gente mais deseja é apenas encerrar um ciclo ruim, mudar o caminho, adentrar por uma porta cheia de novas possibilidades, resolver nossos problemas, e dar adeus a tudo aquilo que tem nos perturbado por dias, por meses, ou por estações. Mas, na verdade o que mais "dificulta" nossa passagem por esses períodos insatisfatórios é a nossa "limitação de aprendizado", de entender que muitas vezes uma certa situação se agiganta e se demora em nossa vida porque há alguns conceitos que precisamos amadurecer, algumas reflexões que precisamos aprofundar, que há algumas etapas que precisamos concluir antes mesmo de iniciarmos outras, precisamos compreender que há portas que só se abrem quando outras se fecham, e caminhos que só se iniciam quando outros terminam. Sendo assim, precisamos rever o que "ainda" está por terminar em nossa atual rota, o que temos que deixar para trás, concluir, executar, finalizar, para que possamos dar novos passos, com novos projetos, por novos caminhos.

A palavra para hoje é ENCERRAMENTOS.


quarta-feira, 24 de agosto de 2016

ACREDITAR NA SEMENTE QUE PLANTAMOS.


            Talvez o tempo que você tem esperado para colher uma semente que plantou esteja "demorando" mais do que você imaginou. Mas diante de todos os nossos esforços para cultivarmos nossas sementes, e de nossas tantas semeaduras, o "tempo demorado" para constatarmos a safra de nossas plantações, não significa que não haverá colheita, mas requer de nós que tenhamos mais "paciência", que compreendamos que antes da tão esperada colheita a gente precisa aprender algumas lições, aprender a lidar com as ervas daninhas, a regar apropriadamente nossas mudas, e passar por muitos dias de chuvas e muitos dias de sol. E mesmo que o período que planejamos colher não nos dê frutos e nem flores, não podemos "desacreditar" da semente que plantamos, nem da terra que aramos, porque talvez ainda seja preciso aprendermos mais diante do nosso período de espera, e nos prepararmos melhor para desfrutar de uma abundante safra de realizações. Portanto, lembremos do velho ditado "plantando tudo dá", pois se plantamos coisas boas, então "coisas boas" estão por vir, por isso precisamos "acreditar persistentemente" naquilo que plantamos e que cultivamos.

A palavra para hoje é CONFIAR.


terça-feira, 23 de agosto de 2016

NÃO SE AFLIGIR DIANTE DA ESPERA.


                   Não é nada fácil ter que "aprender a esperar" por algo que nós desejamos de imediato, e não é nada motivador alimentar nossas esperanças sobre um propósito que estamos buscando realizar, e vê-lo cada vez mais distante de nossa perspectiva. Naturalmente é muito fácil dizermos que estamos esperando o "tempo de Deus", mas o difícil mesmo é tentar entender e aceitar quanto "tempo" leva o "tempo" dEle para agir diante de nossas esperas. Compreender as razões que Deus usa para administrar alguns resultados em nosso caminho é praticamente impossível, pois diante dEle não haverá jamais "cedo ou tarde", "atrasos e nem adiantamentos", haverá sempre o "momento certo" para cada coisa, conforme os seus desígnios na vida dos que se submetem à sua providência. Todavia, jamais deveríamos nos desesperarmos, nos enfraquecermos, duvidarmos, ou nos acharmos impossibilitados de alcançarmos nossas vitórias, porque quando algo que pedimos a Deus não se concretiza como planejamos, não significa que fomos "impedidos" da realização, mas que fomos "protegidos" de alcançarmos algo que fosse dar errado depois, que pudesse nos fazer mais mal do que bem, ou que viesse numa hora que não fosse somar à nossa vida. Então, se algo que estamos esperando acontecer ainda não se edificou é porque diante do tempo do Pai a nossa hora propícia ainda não chegou, embora no relógio dEle já esteja marcado o nosso momento certo.

A palavra para hoje é CALMA.


segunda-feira, 22 de agosto de 2016

NÃO PERDER A MOTIVAÇÃO DIANTE DA ROTINA.


             Amanhecer mais um dia, levantar, encarar a rotina, abraçar os compromissos, colocá-los sobre os ombros, e começar a subir de novo os mesmos degraus, certamente tudo isso nos parece igual, repetitivo, e tantas vezes cansativo. De fato, muitas de nossas responsabilidades, muitos de nossos deveres e compromissos diários acabam por vezes nos esgotando as forças, nos roubando a inspiração, nos tirando a motivação, e assim, nos inchertando de desânimo. Mas eis o exercício cotidiano da vida: "seguirmos a diante todos os dias", muitas vezes carregando o mesmo fardo, noutras vezes levando fardos novos, mas sempre levando alguma coisa sobre os ombros, seja uma cruz pesada, ou algo de peso mais leve, mas nenhum de nós estamos isentos de responsabilidades, dispensados de carregarmos alguma coisa diante da nossa vida. Portanto, independente de nossas lamentações, de nossas duras experiências, de nossas constantes impossibilidades e limitações, e da sensação de desestímulo que tantas vezes no rodeia, mesmo assim, a "vida continua", e a gente segue com ela. Não temos como determinar previamente o resultado de cada um de nossos dias, mas podemos "escolher" se vamos enfrentar cada um deles nos arrastando, seguindo por seguir, ou se sacudimos nossas emoções, varrendo os nossos desencantamentos, e driblando o nosso cansaço, para "apostarmos" em um novo dia, em dias futuros, e em novas possibilidades.

A palavra para hoje é ÂNIMO.


sexta-feira, 19 de agosto de 2016

GUIAR-SE PELA CERTEZA DO QUE SE QUER ALCANÇAR.


                 Não há "fórmula infalível" para acertar um alvo se você ainda não souber a direção certa para onde atirar. Não há "fórmula poderosa" que destrua teus obstáculos se você ainda não decidiu enfrentá-los ativamente. Não há "fórmula curável" que alivie tuas dores e teus sofrimentos se você ainda não se determinou a parar de doer e de sangrar. Não há "fórmula mágica" que te dê as respostas que esperas, se você não tiver a segurança e a certeza sobre aquilo que perguntou. Ao certo, e definitivamente, não existe "fórmulas" de sucesso, de vitórias, de precisão, de amor, de atração, de plenitude, de poder, de ascensão, ou de qualquer coisa mais, pois o "segredo resolutivo" está pautado na "postura" que nós tomamos diante do contexto que estejamos enfrentando. Apenas sonhar não basta, apenas esperar não basta, nem tampouco apenas desejar, acreditar, e mentalizar, é preciso mais que isso, é necessário "objetivar-se" com um conjunto de atitudes, contendo coragem, determinação, iniciativa, ação, e propósitos. O grande escritor romano Sêneca escreveu: "nenhum vento sopra a favor de quem não sabe para onde ir", e esse pensamento reforça, sobretudo, a importância de um alicerce indispensável à nossa vida, a "certeza" decisiva que devemos preservar sobre aquilo que realmente queremos alcançar, tentando evitar o domínio das dúvidas e da insegurança.

A palavra para hoje é CONVICÇÃO.