quinta-feira, 27 de julho de 2017

DEUS NOS AJUDA A RESISTIR E A SUPORTAR.


                  Geralmente temos uma tendência a acreditarmos que as outras pessoas são mais fortes do que a gente, e nos subestimamos achando que algumas vezes não seremos capazes de conseguirmos suportar as "adversidades" que nos atingem. Ao mesmo tempo que nos "diminuímos" tantas vezes, também nos "equivocamos" ao acharmos que os nossos "problemas" são sempre maiores do que os dos outros. Mas ninguém é "maior" nem "menor" em força e resistência para passar por uma tempestade, nem tampouco nossa tempestade é maior do que as das outras pessoas. As adversidades vem conforme as "limitações" de cada um, e embora muitas vezes elas nos façam achar que não vamos "resistir" a fúria dos vendavais, a gente sempre "suporta" e "vence", porque sejam os problemas consequências de nossas atitudes ou não, nunca passamos "sozinhos" em meio a tempestade, porque há um Deus que sempre está lá conosco. Se caímos Ele nos levanta, se esmorecemos Ele nos abraça, se choramos Ele nos consola, então não há como não "superarmos" qualquer desafio, nem é preciso nos desesperarmos, ou perdermos a esperança, por maior que seja a dificuldade, pois temos a "força" e o "auxílio" necessário para suportarmos a tudo, mesmo quando "tudo" parecer maior do que a gente.

A palavra para hoje é RESILIÊNCIA.


quarta-feira, 26 de julho de 2017

A HORA DA VITÓRIA VAI CHEGAR.


                 A impressão que temos diante de alguns momentos e situações de nossa vida é que tudo ao nosso redor está fluindo contra nós. Que tudo está caminhando errado, está tudo muito solto, desalinhado, e por mais que a gente corra, se dedique, se esforce, tudo parece continuar na contramão de onde estamos tentando chegar. A vontade que nos dá é de jogar tudo para o alto, largar tudo, desistir de tudo, ou apenas cruzar os braços e ficar só observando tudo passar, esperando até que tudo volte a seu lugar, e comece a nos proporcionar oportunidades favoráveis. Alguns dias são extensamente pesados, algumas fases parecem infindáveis e com situações insolucionáveis. E "impotência" é a sensação que parece se agigantar dentro da gente, quando já não conseguimos obter os resultados que estamos buscando. Porém, nada prevalece para sempre imutável, dias ruins passam, assim como as fases difíceis também não se perpetuam, e os dilemas por mais complicados que sejam, se solucionam. Tudo, sem exceção nenhuma, acontece sob o olhar de Deus, e nada, sem exceção nenhuma, consegue fugir do controle dEle. Ele é o "Senhor das horas", e sabe controlar o tempo de cada coisa, e conduz o tempo certo para que cada coisa chegue, permaneça, ou saia da vida da gente. Então, sosseguemos nossas aflições e frustrações, porque os desafios estão apenas nos fortalecendo para o "tempo das vitórias", que Deus está cronometrando para chegar no tempo da gente.


A palavra para hoje é PACIÊNCIA.


terça-feira, 25 de julho de 2017

ESVAZIE SUA BAGAGEM.


                     Tem horas que as coisas em nossa vida não fluem, tudo parece estático, rotineiro, e desmotivador. Tem horas que as pessoas com quem mais esperamos contar se afastam de nós, e aquelas que cultivamos com tanta consideração e que colocamos tantas expectativas sobre elas, não nos correspondem na mesma proporção em que nos doamos. Tem horas que estamos tão cheios de planos, rodeado por tantas pessoas, contudo, os planos fracassam ou não saem do lugar, e muitas pessoas se ausentam de nossa vida enquanto não estamos sendo convenientes para elas. Nossa vida está tão "cheia" de pessoas e projetos, e ao mesmo tempo tão "vazia" dessas presenças e dos resultados prósperos. Por isso, muitas vezes é preciso "esvaziarmos" nossa bagagem de vida, é preciso "reavaliamos" o que estamos levando que está apenas causando peso e ocupando espaço, mas que não estabelece realmente um propósito, e nem nos ajuda diante da nossa viagem pela vida. Chega um momento, num determinado ponto de nosso caminho que não podemos perder tempo, desperdiçar esforços e nem dedicação a quem não sabe retribuir ou agradecer. Então, nessa parte do trajeto é necessário sermos "práticos" e "objetivos". Nossa bagagem deve ter o peso que possamos carregar sem lamentações, sem arrependimentos, sem feridas abertas, e sem insatisfações. Dessa forma, a gente precisa "esvaziar", liberar espaço, deixando fora tudo o que não soma positivamente, deixando para trás velhos projetos que não deram certo, desamarrando laços que se tornaram "nós", nos libertando de certos "apegos" desnecessários, de alguns propósitos inviáveis, e nos distanciando de pessoas que só nos ferem ou nos subestimam. Encerrar ciclos é imprescindível, e isso só é possível quando esvaziarmos nossa bagagem, porque só assim conseguiremos seguir com mais leveza, abrindo espaço favorável para outras coisas, outras pessoas, e novos projetos.

A palavra para hoje é DESPRENDIMENTO.


segunda-feira, 24 de julho de 2017

QUANDO O GUERREIRO ENFRAQUECE.


                 Muitas vezes por um motivo aparentemente concreto, visível, ou por uma angustia interior, ou mesmo por alguma coisa que nem mesmo sabemos identificar o que é, nos sentimos "fracos", doendo, sangrando por dentro, e em meio a esses "tormentos" e a nossa "fragilidade", ninguém percebe o quanto estamos enfraquecidos, cansados, em cacos. O que ocorre é que geralmente a maioria das pessoas nos vêem como "fortes", como guerreiros que não tombam, que não caem, e que não perdem as suas forças. Mas há dias em que estamos vulneráveis, frágeis, nos sentindo impotentes, com dúvidas, insegurança, medo, vazios, muitas perguntas sem respostas, e muitos esforços sem retorno. Todavia, não somos inatingíveis, somos tão suscetíveis a dor e ao sofrimento quanto qualquer outra pessoa, embora as outras pessoas normalmente não percebam nossas aflições, e dessa forma os nossos vazios se extensionam ainda mais, porque nos sentimos sozinhos e invisíveis aos olhos da humanidade. Não é fácil realmente seguir em frente em dias assim, mas há um lugar que restitui nossas forças, preenche todos os nossos vazios, responde nossas perguntas, e nos aconchega o espírito. Esse lugar? O "colo" de Deus. O único lugar que reconstrói os guerreiros quando estão quebrados e feridos. Portanto, por mais que estejamos aflitos, doendo e danificados, Deus sempre nos erguerá novamente, se recorrermos a Ele.

A palavra para hoje é RESTAURE-SE.


sexta-feira, 21 de julho de 2017

O QUE FOR PRA SER SEU VIRÁ ATÉ VOCÊ.


                             Acontece em alguns percursos do caminho momentos em que você está super disposto, determinado, focado em realizar um propósito, confiante de que tudo vai dar certo. Você fez os planos, você tem os planos, e se esforça intensamente para conseguir conquistá-los, trabalhando para realizar todas as metas que te levem ao resultado final: a concretização do seu objetivo. Só que de repente, no meio do caminho você é surpreendido por mais obstáculos do que imaginava encontrar, um desafio atrás do outro, inúmeras impossibilidades, e daí aquilo que parecia que estava tão próximo e possível de chegar em suas mãos, perde todas as chances de acontecer. Triste não é mesmo? Decepcionante e revoltante, e além de ser um balde de água fria jogado em seus planos, você se pega pessimista, achando que só pra você as coisas não dão certo. Pura ilusão sua! Um grande equívoco seu, e você sabe disso. Obviamente no momento que vemos nossas expectativas indo por água abaixo, ficamos tristes e desapontados, mas nos julgarmos "injustiçados" com relação aos outros sobre o mérito de realização dos nossos propósitos, é desacreditar da ação divina. Porque Deus em sua infinita e extraordinária maestria de agir, administra todas as vidas, todas as coisas, e todas as horas, sendo assim, um fracasso, uma perda, ou uma derrota no meio caminho não quer dizer que as possibilidades de realização acabaram. Ele sabe o que deve vir, e quando deve vir, portanto, nessas situações de perspectivas ao chão, não se apavore e nem se revolte, apenas confie nEle! O que é para ser dado a você jamais deixará de ser entregue.

A palavra para hoje é ACREDITAR.


quinta-feira, 20 de julho de 2017

SEJAMOS MOTIVADOS COMO AS CRIANÇAS.



                    Passar por alguns períodos de nosso cotidiano muitas vezes é desanimador demais, porque a gente se sente exausto, naquela fase em que nada de extraordinário acontece, nada de inovador surge para quebrar a nossa rotina diária e nos trazer aquela alegria inspiradora. Nada de positivo dar certo, nenhum fato agradável e gratificante acontece, e nenhuma notícia promissora sobre aquilo que tanto aguardamos chega para nos surpreender, e normalmente os dias assim ficam cada vez mais sem graça e desestimulantes. E ao contrário daqueles períodos de motivação, prósperos e cheio de constantes realizações, satisfações e possibilidades, essas fases indesejadas muitas vezes duram mais tempo para passar do que esperamos, e enquanto isso, nos "alegrarmos" parece uma ação quase impossível. Porém, a vida é sempre cheia dessas constantes "altas e baixas", e por isso geralmente não temos como escolher vivenciar apenas os dias favoráveis, mas podemos estar no controle de nossas emoções, nos policiando para que não nos entreguemos ao descontentamento, a desmotivação, ou as lamentações, para não esquecermos de aproveitarmos as coisas boas que estão em nosso ambiente, e que deixamos de valorizar. Façamos então como as crianças, que vivem com a alma leve, o sorriso no rosto, e o coração sempre contente, diante de todos os dias, apesar dos altos e baixos.

A palavra para hoje é ÂNIMO.


quarta-feira, 19 de julho de 2017

FAÇA VOCÊ A SUA PARTE.



                 Facilmente podemos nos "decepcionar" quando colocamos a maioria de nossas expectativas na "dependência" das atitudes de outras pessoas. Assim como as palavras, "promessas" são apenas promessas se não houver a "ação" de materializá-las sob a forma de resultados concretos. E muitas vezes na ânsia de progredir,, de acertar, de concretizar um objetivo, acabamos nos "iludindo" com as "promessas" e "compromissos" de pessoas que terminam realmente não se comprometendo conosco. Mas se a decepção nos atinge, na maioria das vezes somos culpados. Porque de certo modo, "esperamos" demais pelos outros, quando poderíamos estar direcionando nossas perspectivas e esforços para vários horizontes, materializando nossas expectativas, mesmo que com muito sacrifício, mas sem ficarmos parados no caminho, esperando que um determinado alguém haja por nós, e faça aquilo que a gente poderia fazer, mesmo que de outra forma, ou por outras vias. Não é errado acreditar e aguardar pelas promessas de algumas pessoas, o erro acontece quando a gente coloca a realização de nossos propósitos totalmente sob a responsabilidade alheia, deixando de explorar outras possibilidades e oportunidades. Nossas "construções" tem mais chances de progresso quando nós mesmos cavamos o alicerce.

A palavra para hoje é EMPENHAR-SE.


terça-feira, 18 de julho de 2017

A VIDA COMO ELA É.


                  Paralisar os nossos planos de repente, mudar a direção de onde estávamos seguindo, estacionar os projetos por um tempo, voltar atrás, reavaliar o propósito almejado, desistir de cumprir as metas, e nos perguntarmos o que aconteceu para que nossos planos não se concretizassem. Isso é o que a vida nos apresenta algumas vezes, é a vida como ela é, com situações repentinas as quais impossibilitam os nossos objetivos de prosperarem, colocando inúmeros obstáculos diante da nossa passagem, "obstáculos" esses que muitas vezes não conseguimos superar no tempo que desejamos. Daí todo os nossos planejamentos vão por água abaixo, todas as nossas projeções se desfazem, e nossos esforços são jogados fora. Porém, é nessa angustiante indignação que nos precipitamos algumas vezes, que juramos desistir de tudo, não iniciar nada mais, perdemos a paciência, dizemos coisas que não deveríamos dizer, e momentaneamente até ficamos indiferentes com Deus, por acharmos que Ele deveria ter feito mais para nos ajudar. Nesses momentos, muitos de nós geralmente nem sequer nos curvamos e nos rendemos a Deus para lhe dizer o quanto estamos aflitos, revoltados, ou desapontados, e a gente esquece que Ele está no controle de tudo, centímetro por centímetro, passo a passo, dia após dia. Esquecemos que tais circunstâncias imprevistas têm sempre um propósito maior, seja para evitar que tenhamos uma grande decepção, para nos guiar a outra direção, ou nos preparar para um outro propósito ainda maior e melhor. E é portanto, que quando a vida nos pára, quando caminhos se encerram e portas se fecham, a gente tem que repousar no tempo de Deus, sabendo esperar, porque tão logo nos tranquilizemos e resignemos, Ele nos envia as novas oportunidades.

A palavra para hoje é ACEITAÇÃO.


segunda-feira, 17 de julho de 2017

DEUS SEMPRE ESTÁ CONOSCO.




              As demoras sobre os resultados que esperamos diante dos nossos propósitos muitas vezes fazem a gente pensar em "desistir" de esperar, porque em vários momentos as circunstâncias demonstram cada vez mais nos distanciar da vitória. E quando nos sentimos distantes da realização dos nossos objetivos, ou quando não vemos os nossos esforços alcançarem a meta traçada, frequentemente nos sentimos "fracos", "desapontados", e "sozinhos" no meio de um trajeto que não consegue nos levar ao destino que queremos. E há momentos em que por nos sentirmos tão "fracos" e "impotentes", a gente chega a pensar que até mesmo nossas orações não conseguem chegar a Deus. São realmente dias difíceis os dias de "desesperança", no entanto, não deveríamos jamais nos abatermos diante das "demoras" sobre nossas expectativas, pois quando nos empenhamos e fizemos o nosso melhor os resultados um dia chegam, então, nada que é de fato para ser "nosso", nos será tirado. E sendo assim, por mais que um objetivo esteja distante de nós, e por mais que alguns "dias" nos roube a motivação e nossas forças, não desacreditemos da "proteção divina", pois não importa para onde estejamos caminhando, "não estaremos sozinhos", porque se "confiamos", Deus vai está no caminho.

A palavra para hoje é CRER.




sexta-feira, 14 de julho de 2017

NEM SEMPRE NOSSOS PLANOS SÃO OS PLANOS DE DEUS.




                       Muitas vezes não entendemos porque Deus "muda" os nossos planos, muitas vezes até, não queremos aceitar porque determinados projetos que planejamos realizar não estão dando certo. E muitas vezes inclusive, diante de tais circunstâncias, nos "revoltamos", e nos inundamos por um "sofrimento" angustiante ao vermos nossas projeções se desfazendo. E quando nossas expectativas não são correspondidas conforme os esforços que tivemos, a sensação de fracasso nos deixa "desacreditados", e "pessimistas" quanto ao futuro, quanto a outros projetos que ainda podemos iniciar e realizar. No entanto, é tão necessário que perante essas situações "silenciemos" nossa "insatisfação" e "desapontamento", pois nossa "indignação" geralmente acaba nos impedindo de refletirmos sobre o "porquê" de Deus não permitir irmos por percursos que projetamos trilhar. Mas precisamos entender que Deus não muda os nossos planos, a verdade é que muitas vezes a gente é que se "rebela" contra os planos dEle para nós, ao tentarmos irmos por direções contrárias das que Ele consagrou para nossa vida. Por isso, quando algo não estiver fluindo positivamente apesar dos nossos esforços, paremos de remar contra a maré, tenhamos calma, e confiemos, porque mais a frente Deus vem e nos mostrará o motivo de nos direcionar por outro caminho.

A palavra para hoje é ESPERAR.


quinta-feira, 13 de julho de 2017

AS MODIFICAÇÕES NECESSÁRIAS DIANTE DOS NOSSOS PROPÓSITOS.



              Em alguns momentos de nossa vida, ou diante de algumas situações que nos encontramos, é preciso termos "coragem" e "ousadia" para "chutarmos o pau da barraca", mas não no sentido de "desistirmos", ou de "jogarmos" tudo para o alto, mas na maneira "tática" de agirmos, porque muitas vezes tudo aquilo que estamos trabalhando para realizarmos parece não sair do lugar, ou até mesmo caminha para horizontes que não estamos querendo trilhar. Então, quando as tentativas que estamos fazendo não alcançam os resultados que projetamos, convém a nós o desafio de "mudarmos" a ação trabalhada, e redirecionarmos os nossos esforços, de uma maneira que possamos atingir resultados mais "eficazes", e sobretudo também, que não "desperdicemos" nossa dedicação "insistindo" em propósitos que apontam muito mais para as possibilidades de fracassos, do que para a chances de acertos.

A palavra para hoje é ESTRATÉGIA.


quarta-feira, 12 de julho de 2017

O PESO DO NOSSO FARDO.


          Tantas vezes nos "lamentarmos" ou nos "angustiamos" pelos problemas e responsabilidades que recaem sobre os nossos ombros, os quais somos obrigados a carregar, embora algumas vezes tenhamos a sensação de que não iremos suportar transportar um peso tão grande. Em alguns momentos de tamanha preocupação, a gente chega a querer se isolar do nosso próprio cotidiano, das pessoas ao nosso redor, a gente chega a querer fugir, como se a "fuga" fosse uma forma de resolver as nossas aflições, e de zera os nossos problemas. Mas, tudo isso ocorre porque achamos que há um "fardo" sobre nós que é "grande demais" para carregarmos. Porém, diante da ação divina ninguém recebe uma missão que não possa cumprir, portanto o fardo que nos é dado tem o "peso" que pode ser carregado exatamente por cada um de nós, conforme nossas limitações e nossas forças. Então, não entremos em "desespero", nem queiramos "desistir" perante aqueles dias em que sentirmos que não conseguiremos seguir carregando o "nosso fardo", pois quando o peso "aumenta" além dos nossos limites, Deus vem e "muda tudo", modifica nossa forma de caminhar, nos acrescentando "asas amigas" para flutuarmos.

A palavra para hoje é RESISTÊNCIA.


terça-feira, 11 de julho de 2017

SABER ADMINISTRAR O MAU HUMOR.


                      Nenhuma pessoa procura se aproximar de outra que vive constantemente​ "mau humorada", cheia de lamentações, e mergulhada em negatividade. Tudo bem que em alguns momentos, diante de certos problemas e acontecimentos a gente extrapole na impaciência e indignação, até porque somos humanos, e sob tal condição, muitas vezes nos deixamos dominar pela fúria do instinto raivoso. Mas, não podemos deixar que por causa das circunstâncias desfavoráveis, das coisas que não deram certo, ou dos esforços que não obtivemos resultados promissores, nos tornemos duramente "amargos" e "pessimistas" por causa de nossas frustrações e revoltas. Sejamos alegres e otimistas apesar dos contratempos, porque cultivar o "mau humor" nos momentos de dificuldades não recupera perdas, não atrai pessoas, e nem melhora um ambiente, só estimula as nossas atitudes ríspidas, exaltando palavras impulsivas, que podem ferir outras pessoas, provocá-las, ou afastá-las do nosso convívio. Então, diante dos dias turbulentos, das fases tempestuosas, e das decepções imprevistas, controlemos nosso instinto de rebeldia, e busquemos evitar que o peso de nossas insatisfações atinja todos que estiverem ao nosso redor, e os faça querer evitar a nossa presença.


A palavra para hoje é CONTENTAMENTO.


segunda-feira, 10 de julho de 2017

SUAS EXPECTATIVAS DEPENDEM MAIS DE VOCÊ DO QUE DOS OUTROS.



                   Não coloque todas as suas expectativas sob a responsabilidade de outras pessoas, e não permita que a realização dos teus projetos e sonhos sejam unicamente resultado da ação dos outros. Diante de alguns momentos de sua vida você pode desperdiçar tempo e esforços, porque apesar de se empenhar para alcançar um objetivo, muitas vezes acha que já fez o suficiente, ou que não há mais o que possa ser feito, ou ainda, você espera por resultados que dependem dos outros, e no entanto, os "outros" não correspondem suas expectativas a altura do que você confiou. Nós sempre precisamos da parceria de outras pessoas perante muitas coisas que tentamos realizar, porém, nem sempre podemos submeter as nossas perspectivas ao controle dos outros, e nem ficarmos esperando que o tempo por si só traga as respostas que queremos. Ter convicção sobre o que se quer é o primeiro passo para iniciar um percurso, e enquanto não se chega ao propósito final, muitas etapas devem ser percorridas, e independente da ajuda que poderemos ter ao longo do trajeto, a maior parte dos esforços são exclusivamente nossos.

A palavra para hoje é TRABALHO.

sexta-feira, 7 de julho de 2017

PODEMOS VENCER A BATALHA.



                  Nenhum campo de batalha favorece um cenário de facilidades para o soldado diante de um confronto, porque a luta exige do combatente muitos esforços, coragem, serenidade, autocontrole, foco, e sobretudo estratégias. E assim como na guerra, é a batalha cotidiana que travamos na luta por nossos objetivos. Não é fácil colocar em prática a realização das metas sobre os propósitos que planejamos alcançar, porque é muito simples sonhar, mas muito difícil realizar. Porém, as dificuldades que encontramos diante do trajeto não "impedem" a constatação dos nossos sonhos, desde que saibamos usar os obstáculos como uma alavanca de superação que nos impulsione para frente. Se formos nos 'limitarmos" as barreiras que sempre encontraremos no caminho dos nossos objetivos, então não devemos nem sair do lugar, pois não há percurso fácil, trilhado sem passar pelas curvas e pedras da rota que escolhemos seguir. Enfrentar uma batalha por algo que se acredita não garante a vitória, mas a vitória só é alcançada por quem enfrenta a batalha. Por isso, não sejamos na vida apenas um soldado figurativo, decidamos o que queremos, e enfrentemos a luta!

A palavra para hoje é DETERMINAÇÃO.


quinta-feira, 6 de julho de 2017

UM RECADO DO FILHO DE DEUS PARA VOCÊ.




        "Ele nunca te largaria diante da tua dor, e nem te deixaria sob quaisquer circunstâncias. Não pense que Ele não tem visto os teus esforços. Ele trabalha no silêncio, não negocia trocas e nem recompensas. Ele ler os corações e reconhece os limites de cada pessoa, e por isso está programando o tempo oportuno para a tua vitória. Portanto, não te assustes com a "demora" e nem com o peso do teu "fardo", porque Jesus vai te honrar no momento certo."

Creia nEle, pois Ele nunca desistirá de você!

NÃO DESANIMAR PERANTE OS DIAS DIFÍCEIS.




Enquanto alguns "desapontamentos" e "obstáculos" cotidianos deixam alguns de nossos dias mais pesados e desestimulantes, há também muitas possibilidades surgindo frequentemente que podem ajudar os nossos dias a ficarem mais leves. Independente das "impossibilidades" e das "dificuldades" em certos dias, há sempre a "possibilidade" promissora sobre coisas novas, coisas boas, sobre novos caminhos, e a "oportunidade" de conhecermos novas pessoas, de convivermos com pessoas que somam a nossa vida, que nos trazem luz, e que também nos ajudam a sermos melhores. Apesar das "limitações" e dos "problemas" do dia a dia, há sempre uma "chance" para "mudarmos" o rumo do percurso, há sempre um motivo para agradecemos, uma razão para nos inspirarmos, e nos alegrarmos. E mesmo que as possibilidades sejam "pequenas", ainda assim, são justamente a esses aspectos favoráveis que devemos nos dedicarmos, para não deixarmos o "desânimo" e o "negativismo" tirarem as cores dos nossos dias, e nem estragarem os nossos momentos.

A palavra para hoje é MOTIVAÇÃO!


quarta-feira, 5 de julho de 2017

CADA COISA A SEU TEMPO.



               Provavelmente em algum ponto do seu trajeto, mediante algo que estava tentando conquistar, você já se deu por vencido, abandonando o propósito de continuar insistindo, ao ver suas chances se esgotarem diante de tantas tentativas fracassadas. Realmente, muitos dos esforços que você já fez acreditando que te levariam a realização de um objetivo, infelizmente não surtiram resultados positivos. Mas, embora muitas coisas que você tenha tentado conseguir não tenham acontecido, não significa que você tenha que "desistir" definitivamente delas, pois nem sempre o tempo da sua vontade é o tempo da vontade de Deus. Às vezes precisamos compreender que não é a escolha do nosso "objetivo" que foi errada, mas a escolha do "tempo" que decidimos concretizar um propósito em um determinado percurso do nosso caminho. A grande lição que podemos tirar de tudo isso é que aquilo que não deu certo ontem, e nem hoje, poderá vir a dar certo amanhã ou bem depois, é só continuarmos "persistindo" no tempo certo.

A palavra para hoje é PACIÊNCIA.


terça-feira, 4 de julho de 2017

OS DIAS DIFÍCEIS PASSAM.


                   Há sempre dias que são mais "difíceis" do que outros, dias que podem deixar você praticamente "sufocado" pelo caos de tantas preocupações, por tantas limitações, e até pelos conflitos nas relações cotidianas. Há também situações e problemas tão tensos, tão complicados, tão cheios de obstáculos e imprevistos desfavoráveis, que você chega a pensar na possibilidade de perder a fé no futuro, que você pensa em desistir, largar tudo, pois não compreende momentaneamente porque está sendo submetido a tantas dificuldades, uma atrás da outra. E você se questiona, ou até mesmo questiona a Deus porque o seu caminho precisa ser tão cheio de pedras e espinhos, enquanto há tantas flores no caminho de tantas outras pessoas. Infelizmente a resposta não virá tão objetiva como você espera, pois os "porquês" são respondidos através do "tempo", do tempo de Deus: do tempo do "aprendizado" que você assimila diante das provações, e do tempo que você aprende a se "conduzir", e a se "superar" em meio as adversidades. Porém, não pense que dias "ruins" só acontecem com você, há pessoas passando por percursos ainda mais pedregoso do que o seu. Lembre-se que Deus não lhe deixará jamais abandonado enfrentando uma tempestade. Confie nEle! Seus dias "bons" e "vitoriosos" também virão.

A palavra para hoje é CREIA!


segunda-feira, 3 de julho de 2017

AÇÃO DIANTE DO QUE SE DESEJA.


             Passamos dias esperando por coisas que nem sempre chegam, "perdemos" dias esperando que venha até nós a realização de algo que almejamos. Quase sempre perdemos "oportunidades" e "possibilidades" porque nos determinamos a ficarmos "esperando". Esperando por alguém, esperando por mudanças, esperando por um resultado, esperando por um novo caminho, esperando por uma vitória... É por "acharmos" muitas vezes que diante de um propósito já fizemos tudo o que estava ao nosso alcance, que ficamos só esperando, nos "acomodamos", e então deixamos de perceber outros caminhos para novas "tentativas". O fato é que não há um limite para terminar o jogo enquanto houver tempo para continuar jogando. Portanto, se o que aguardamos ainda não chegou, não devemos ficar parados, é "estratégico e oportuno" que avaliemos a possibilidade de podermos fazer algo mais para favorecer o resultado que ainda estamos esperando.

A palavra para hoje é AGIR.